Tu és meu poema
de que necessito
para viver!

És minha saudade,
pintada no tempo
que nos resta!

Momentos divinos
amores sentidos,
afagados numa rosa
despertada para a vida,
que me leva a te amar!

Tu és meu poema
da manhã à noite,
em que te vejo nas Estrelas,
onde simplesmente conjugo
contigo nosso verbo amar!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"




 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::