Teus olhos, duas gotas de sonho.
Falam, consentem, amam, me tomam,
me prendem, vêm comigo, aonde vou.

Pelos campos verdes, matas e serenatas
me fazendo amor!
Me suplicam carinho, estão assustados,
não sabem aonde ir!..

Perguntam por mim!..
Não sabem que estou tão perto,
quase esbarrando nos seus,
pupila com pupila.

Sentimento em vão,
caminham pelo meu corpo,
como meteoros de amor!

Fagulhas espalhadas,
me alcançam, finalmente,
entram em minh'alma
para nunca mais ir,
comigo sempre ficar,
na esperança sempre
de nos encontrar!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"






::: Menu ::: Voltar :::

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


Tela de Celito Medeiros


CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys