Te Amo!

Te amo tanto
que deixei de existir!
Dei-me tanto a ti
que me sinto
sem mim!

Por essa janela
entrevejo o nosso amor..
Lindo, belo,
desabrochando,
como flor
que está com o nectar a escorrer
e que o beija-flor vem sugar
numa audácia
sem par!..

Ah! Meu amor, não quero morrer
como fala a canção.
" Je t'aime"!..
" Je t'aime!.."
Hoje, ontem e amanhã
num futuro futurecido,
como esperam os que estão germinando
e se atrevem a nascer!..

Amor meu, meu amor,
dá-me a mão,
vamos voar como pássaros, livres que somos
de tudo, enfim!..

Queres? Queres planar no infinito comigo?
Não tenho muito a oferecer..
Só amor!..
E desse amor,
com esse amor,
por esse amor,
quero morrer
e
viver!

Eda Carneiro da Rocha

 


 

 

 

 

 

 
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!