Entrou o cavalheiro, no salão, tomou-me pela mão.
Deu-me uma mirada, convidou-me a dançar este Tango.
Sorri! Aceitei e começamos a dançar
esta dança inacabada, feita com o coração!..

Virei meu corpo para fazer este encaixe perfeito:
Pernas etéreas passeavam no salão,
sabia que o amor estava chegando com toda emoção!..

Tango chegado, amor encontrado,
meu par beijou-me, longamente, estreitamente.
Mirei-o ,mais uma vez, senti-me presa!

O visgo me prendera e a minha alma também.
Não adiantava!
Cupido lançara sua flecha,
dardo flamejante, em meu coração,
dançamos mais uma vez pelo salão!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"




::: Menu ::: Voltar :::

 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys