Sinais,
eu os sinto em ti!
Apareceste-me através deles:
Sinais de vida,
de Amor,
de Olhar,
de saber que és a alma que procurava
perdida neste Infinito!..

Eu a peguei em meus braços,
quando caiu no espaço,
para não mais se afastar de mim...

Coisa impossível!
Te reconhecer assim,
mas apareceste sem eu saber como
nem o porquê!

Sei ,que se não te encontrasse agora,
faria minha viagem perdida, só,
desamada,caída nesse mesmo espaço sideral,
onde recobrei a Paz do meu Amor,
quando te percebi na minha vida,
simplesmente por um Sinal!

Eda Carneiro da Rocha

 

 


 

 

Imagens:

Art Design: Formatadora de Sonhos