Despojando-me de minhas vestes,
te espero, quase nua,
sentindo em meu ser ,esta paixão não escolhida
luz do meu viver!..

Espero-te, nesta sensualidade latente...
Mexe com meus nervos e sentidos
que não vê a hora de se entregar
nesta espera total, abusiva e avassaladora!..

Tremo, como um pássaro, em tua mão!
Este momento é tão desejado
que fecho meus olhos, abro meu corpo,
me entrego nesta orgia de um amor acalentado,
selvagem e doce que me leva a um paroxismo fremente,
a uma angústia total, em que serei tua
serás meu, nesta sensualidade à flor da pele,
que chego a ficar quase demente!..

Sou tua, toma-me, possui-me,
mostra-me teu amor,
amado,
querido,
meu,
teu,
nosso,
até o orgasmo total!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"


::: Menu ::: Voltar :::

 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


CrysGráficos&Design