Procuro o tempo, no tempo.
O tempo para amar e não o encontro!..
Fugiu de mim, com tanta insistência
que caí prostrada a seus pés!..

Cadê você, tempo?
Que tanto corro e não o encontro.
Só a sombra de mim, de ti, de nosso amor
contado pelo relógio do tempo!

Vou sair mais uma vez,
o procurando!..
Quem sabe, sem acreditar,
na próxima esquina, eu o encontre
e me sobre tempo para amar ?

Para olhar esses olhos,
beijar essa boca,
ter esse corpo,
sem contar o tempo,
esquecendo a vida,
amando, como amantes queridos
que, finalmente, encontraram
tempo para amar,
viver,
sonhar
ficar!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"



CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 

Tube:www.suzi.studiosgai.com

Música:Tudo Que Se Quer