De olhos fechados, pensava em tudo o que lhe havia acontecido.
Agradeceu ao Pai, numa prece muda, tudo de bom
que Ele lhe havia ofertado:
" Vida!

Mais uma vida para viver, ser feliz, remanejar todos os acontecimentos.
Sim, Nosso Pai, me trouxe de volta mais uma vez, após uma tempestade
que me fustigou toda!
Uma avalanche de neve, abaixo de zero graus, passou por mim,
pela poeta Eda, que é só amor.
E resolveram, em conselho, que eu voltaria, mais uma vez,
para continuar meu eterno apredizado.

Aprenderia, como já estava fazendo, há muito tempo,
a viver sem medo do dia de amanhã.
Sem pensar no que havia passado.
De novo, aquele pássaro, mais forte, lançou-se no ar ,
para procurar as outras avezinhas e lhes dizer:
" Não tenham medo"!

Vivam um dia de cada vez.
A cada dia o seu dia, nada mais.
Confiem em Nosso Pai e Lhe entreguem sua vida.
Ele é magnânimo e não nos deixará jamais.

Eu entreguei minha vida ao Senhor Jesus.
Ele cuidará de me dar : " Coragem, Paz , Alegria , Sabedoria,
para saber discernir meus atos e palavras.

Como disse minha médica:

" Eda, você renasceu"!

Obrigada a todos os que oraram por mim!
Obrigada à Vida.
Sou feliz e quero estar sempre de bem com a vida,
esteja eu, onde estiver.

Um beijo terno, para todos os meus amigos e Poetas.

De sua amiga eterna.


Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"




 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::