Como não recomeçar
o amor que perdemos
tantas e tantas vezes,
em nossas vidas
sem mesmo saber
o porquê?

Momentos insanos,
passados, perdidos,
em nossas almas,
em nossas vidas,
procurando guarida
para um novo amor entrar.

Quem não sofreu,
não viveu um grande amor.
Não conheceu a dor da traição,
dos momentos de abandono,
em que nos vemos
corpo e alma no chão.

Nossa alma sofre e procura
cada dia, um novo alento,
um novo recomeço.
Ai de mim,
se não tivesse recomeçado
minha vida!

Chegou mansinho,
devagarinho.
Só assim pude de novo
recomeçar um grande amor.

Eda Carneiro da Rocha

 



CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!