Deixa-me te amar,
com esta suave melodia,
com minh'alma e meu coração!..

Deixa-me te amar ,
sem queixumes de dor!
Deixa-me viver este momento de amor,
só nosso, em que tu e eu somos um,
apenas um!

A alma se fundiu,
ganhou o espaço,
dança leve, como pluma,
sem direçao, sem tua mão!..

Deixa-me te amar,
como se fosse hoje nosso dia!
Pudera eu estar junto, agora, na semeadura
de nosso amor ,onde sementes jogadas
seriam pérolas, sem lágrimas de dor!..

Deixa-me te amar!
Hoje, amanhã e depois!
E, no futuro, ficará a lembrança
deste nosso famoso momento de
" Amor"!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

 

Querida e Excelsa Poeta Efigenia Coutinho

Aceita este Poema, feito com Alma e Coração,
agradecendo a mão estendida, quando dava meus primeiros
passos, em Poesia, e achaste que eu era '"Poeta"!
Nossa amizade suplanta o terrestre, e,quando minh'alma
sair da Gaiola e se liberar, seremos ainda " Amigas",
pois só os espíritos, como os nossos ,compreendem
a grandeza de uma verdadeira Amizade!
Obrigada, Mestra Querida!
Beijo-te com carinho.
De tua amiga eterna, sincera e fiel.

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"


 
 

Envie essa Página

 

Webdesigner/Webmaster
CrysGráficos&Design