Que poder tens em passar tanta beleza?
Tanto amor, dor, luas, estrelas?
De rasgar o impenetrável,
penetrando em nossas vidas,
com tanta força .
que esquecemos até de nós mesmos
para te ouvir?

E, quando falas, tudo cessa!
Os corações param,
os olhares emudecem,
as mãos se unem em constante promessa
do poema que compuseste!..

E, descem do Céu, Anjos para te louvar,
te tirar o gosto amargo que tens
calado dentro de ti,
sem ousar dizer a ninguém que não és feliz...

Já é tempo, Poeta, de encontrar a Felicidade!..
De ter tuas vãs quimeras refeitas.
De construir teu mundo,
esboçar um sorriso,
amar e ser amado,
esquecer da tua sina
que poeta não é feliz!

O Poeta pode e deve ser feliz,
mesmo passando a sua dor de Amor!..
Pois, ai de nós, Poeta, se não existisses,
para nos dar teu coração
em forma de emoção!..


Eda Carneiro da Rocha

 

 

   

 

 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

Img.:Tineke´s