Se eu fosse poeta, veria toda a beleza da vida!
Veria as minúsculas flores do meu coração,
desabrochando, querendo me falar,
querendo te sentir!..

Veria o por do sol, em nuvens acizentadas,
imaginando os mais belos arco-íris!
Veria os pássaros do céu,sobrevoando
o meu jardim, sorrindo para mim!

Ah! Se eu fosse poeta saberia,
quando o riacho está alegre,
com seu burburinho sem fim!
Veria suas pedrinhas brilhantes,
cor de ouro dos meus amores!..

Saberia distingüir um amigo falso do verdadeiro!
Falaria com as andorinhas.
Beijaria os teus pés que tanto amo
e os faria caminhar sob as Estrelas,
num tapete de rosas que eu estenderia,
só para vê-lo passar!

Cantaria as mais diversas canções de ninar,
para acalentar teu coração.
Não te deixaria jamais sofrer pela minha solidão!..
Saberia escutar teus passos, na tua aproximação.

Mas, como não sou poeta,
limito-me a te dizer que o Amor ainda existe
em forma de nossa canção!

Eda Carneiro da Rocha

 

01-02