Peguei uma flor e pétala por pétala
fui contando o número do meu Amor!
Que bela ironia...
Não sei a quantas ando!..
Os números sumiram, as pétalas aumentaram,
não murcharam e continuaram a nascer
sem parar!

Surpresa fiquei!..
Nada entendi,
só pétalas esparsas caídas no chão ,
tranformadas em tapete de sonho,
de alegria, de paz e de Amor!

Peguei-as e as soltei ao léu.
Foram voando ,no tapete mágico
da minha imaginação.
Chegaram até você,
que com um beijo querido,
pegou-as, mimou-as
e deu-lhes novamente vida
e se transformaram
em rosa botão!..

Eda Carneiro da Rocha

. .


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 

 

Gráfico/Formatação: Crys "Imagem: comtech"