Palhaço o sou
Palhaço o serei
na vida, em tua vida,
ao sabor da minha!

Por um momento te contemplei
Quis te dizer o que eu era!
Não o pude!
Tantos passados e futuros a superar
Minha boca na tua !
Uma palhaçada de amar...

O que faço se resume no agora.
Não sei se verei o amanhã,
neste picadeiro da vida...

Não tenho muitas chances de amar.
Ser amado por ti, vida do meu luar,
neste teu olhar, nesta tua lágrima
que quer compreender esta partida.

Nada sou, apenas um simples palhaço
que emerge de suas tristezas
e faz todo o mundo rir, escondido em mim!

Hoje tem marmelada?
Hoje tem goiabada?
Refrões que escuto
no picadeiro de mim!

Ah! Bela menina, não me olhes assim!..


Eda Carneiro da Rocha
” Poeta Amor”


 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::