Abraçamos o coração universo
e amamos num tempo sem tempo...
Deixamos as nossos almas navegarem,
para acordarem o sonhador,
os espíritos dos sonhos, revelariam nosso poema,
na voz dos ventos
e qual importância daríamos ao tempo?
Se tudo que somos, é amor!


Não há caminhos,
que nós não tenhamos percorrido,
até seu paraíso,
as horas da vida é eternidade,
correndo nas veias de um tempo antigo,
tempo dos amores, tempo dos enamorados,
que se amaram sem juizo,
tempo em que soubemos separar
as sementes do joio pela luz do trigo.


Somos a canção vibrante,
nos ecos e arranjos da mais bela sinfonia,
anjos atravessando a ponte do imaginário
que interliga céu e a terra
pássaros sobreviventes do fantástico mundo
dos sonhos e fantasias,
e nos espaços que fomos passando,
Deus transformou em primaveras!

Virgínia Maria da C.L.M dos Santos

" Estrela Azul"

::: Menu ::: Voltar :::

 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


CrysGráficos&Design