Nua,
amaste-me,
sem preconceitos,
sem enfeites!
Amaste-me a alma, o corpo!..

Deste-me valor pelo que era,
sem mais nada desejar,
só a ânsia de amar,
me fazer feliz,
amada,
casta,
pura,
tua !..

Te segui, sem nada dizer.
Palavras nada diriam o que sentia
Orvalhei-me, com a seiva do teu amor!..

Réstias de luz, em teus cabelos,
olhos sorrindo, na longa espera,
nessa noite, em que me tomaste,
me enlaçaste,
me fizeste mulher,
tua mulher, para seguir-te
pela vida afora.
Nessa suave magia,
do meu amor desnudo,
onde contemplo tudo!..!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

 
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys

Tube: www.suzi.studiosgai.com

Midi: CD Cinema executado ao piano - Mus Laços de Ternura - interp Ron Merrit - Menor