Na Imensidão deste céu
contemplo minha vida,
estrelas cadentes,
faço meu pedido:
" Ama-me, como te amo !"
Assim, serei feliz,
terei meu chão,
meu mundo,
teu sorriso comigo,
na palma de minha mão!

Vou te compor uma canção:
" De Amor", prometo!..
Não te quero triste,
não te quero perdido,
nesta imensidão!..

Vem, caminha comigo,
dá-me tuas mãos!
Não te deixarei mais sozinho,
na penumbra!
Serás meu Sol,
meu guia!..

Não me importam os problemas,
te quero hoje, amanhã,
depois de amanhã,
sempre!

Vem, caminha comigo,
nesta total imensidão!..

Eda Carneiro da Rocha

 

 
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!