Meu Porto Seguro

És meu porto seguro,
onde atraco meu barco
cansado de tanto navegar.
Sei que neste porto
encontrarei abrigo
para minha alma repousar.

E deitar-me-ei exausta,
procurando teu colo,
onde encontro carinho,
onde enrolas meus cabelos,
onde sinto o amor e a brisa me afagar .

E contemplarei poentes:
rosas,azuis,lilazes, roxos e multicores
e gaivotas passando,
nos embalando com seus vôos.

O barulho do mar e o ecoar das crianças,
agitando suas pipas, a voz do pipoqueiro
a pamonha, a carrocinha do côco,
do milho e todos os suaves sabores
a nos consolar a alma
que apesar de poeta
também come ,às vezes ...

E brindamos, como crianças
a ânsia louca ,incontida
de felicidade
que nos emerge
da água do mar.

Eda Carneiro da Rocha

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!