Partirei, nas ondas rendadas deste mar,
onde encontrarei repouso, para meu pensamento,
olhando as ondas que surgem, na Paz do Meu Amor!..

Como pássaro migratório, migrarão também,
minha essência e meu jeito de amar.
Quero ser uma ave liberta, sem prisão.
Quero amar esta natureza pura
que me levará ao céu, num momento só meu!..

Momento este em que me encontrarei
com Este Arquiteto Mor,
pedindo-lhe apenas:
" Saúde, Paz e Amor",
para num vôo supremo,
te encontrar, no Infinito,
nosso berço de amor,
onde falaremos todas as línguas,
num olhar, em que compreenderei
o teu vindo pro meu!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor "

::: Menu ::: Voltar :::


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!