Mãe que tanto amo...
Tantos anos longe, mãe amada!
Minha Eterna Borboleta do Amor,
assim eras chamada!

Com teus olhos dadivosos abraçavas o mundo,
cuidavas das crianças carentes, sempre.
Sinto falta deste olhar que sempre me acompanhou,
e agora me acompanha ,eu o sinto, em outra dimensão!

Mãe, pura és, minha Eterna Mãe.
A saudade é muito grande, em meu coração.
Quero te louvar, te agradecer,
por tudo que me deste, Dadivosa Mãe!

Olha por mim, muito o necessito.
Não te separes nunca de mim.
Estou ainda aqui,
Mãe!

Tantos anos se passaram...
Sou tua como jamais o fui,
esperando te alcançar um dia,
do outro lado da vida, recebendo de ti
amor e carinho,

Dadivosa Mãe!


Eda Carneiro da Rocha
'" Poeta Amor"






 
 

 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys