Indefinível este sentimento
que se aproxima de nós,
caminha conosco,
faz de nós escravos
de todo este amor!..

Indefinível é o que sinto por ti
sem te ter, em meus braços,
como dois amantes conjugados
num só único amar!..

Indefinível são as horas em que passo sem ti,
em que comigo não estás,
em que trago preso na garganta
esta saudade que me espanta
de querer-te e não ter-te!..

Indefinível é o por-do-sol ,mesclado,
na praia quase escura, em que me torno tua!
Me dou a ti, te dás a mim!

Pássaro encantado do meu viver,
leva-me, em tuas asas, para bem longe...

E, quando a lua chegar, dá-me tua boca,
para sorvê-la ,nesta ânsia louca,
sabendo que sem ti não posso mais viver!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

 


::: Menu ::: Voltar :::

 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys