Fuga!
Evasão!
Espaço celeste!
Caio.
Subo, no azul do céu!

Desço, no que não foi.
Subo, no que será.
Amor latente.
Borboleta a voar,
Na Evasão de sua alma!..

Busco saídas!
Descidas que me elevem.
Parto…
Aonde?
Não sei…

Caminho insondável.
Alma pura,
voando, para encontrar
outra alma na sua

Desço,
Subo até o Amor Total!

Eda Carneiro da Rocha
” Poeta Amor”



 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

Imagem Top:Gina Misted

::: Crysgráficos&Design :::