Fala, meu Portugal!
Dize-lhes de tua beleza
Dos teus crepúsculos à beira dos rios
Dos amantes desta Lisboa
Cidade tão amada e querida!

Dentre tantas, és muito bela,
Lisboa deste povo unido
que dança o vira e tantas canções...

De tua origem, Portugal que amo!
Desta terra Santa que tanto lutou
pelos teus filhos, portugueses que são
festejam a vida, com Alegria e Amor!

Lisboa, estás dentre as mais escolhidas
desta minha segunda Pátria,
Lisboa da canção que tens no coração
todos os teus filhos enaltecidos!

Ah! Como quisera ver-te, Lisboa!
Aceita-me como filha tua,
neta de uma Portuguesa Nata
que muito te amou!

Falando de ti, falo de mim,
de todos os meus queridos
que já partiram antes de mim!

Dá-me tua mão e dançaremos à beira do Tejo
as danças que aprendi em criança
com saudades de minha infância!


Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"


Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::