Com esta chuva que cai, evado-me!
Quero a Liberdade que sempre sonhei e almejei!
Quero ser dona de mim, sem martírios, sem desavenças, queixumes, dores e amores!..

Quero ser faisca que brilha no céu, para te dar brilho.
Quando te vir cansada ,quero me evadir contigo
sem perecermos, como duas aves perdidas!

Não quero mais ser um batel ao léu,
batida pelas grandes ondas, sem submergir,
lutando contra todas as marés!..

Quero a Paz, evadir-me contigo,
unir nossas mãos, com sofreguidão,
num enlevo de amor e coração,
voaremos neste céu,
onde seremos tu e eu a planar,
como gaivotas a amar!..


Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

::: Menu ::: Voltar :::

 

CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!


CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys