Ternura!

Ah! Que falta me fazes no meu viver, Ternura!..
Falta de ti, de teus olhos, tua boca que me chama agora,
para num beijo longo e prolongado
matarmos a sede deste
" Amor"!..

Ah! " Ternura"!..
Se pudesse, te prenderia em mim,
para não sentir a falta de carinho,
a falta de tudo que não podes me dar,
neste exato momento!..

Vai, Borboleta, alça teu voo, voa célere
dize-lhe que já não posso mais viver,
nesta vida ,sem sua Ternura que me machuca
o coração e alma!..

Borboleta, sê portadora de tudo o que quero!
Não me deixes perecer, assim!..
Vem, depressa, meu doce raio de luar,
entra nesta floresta mágica encantada,
faze de mim o que quiseres,
mas antes de tudo quero mais uma vez:
"Ternura" , em mim,
para suavizar meus doces ais!

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"


Borboleta..

Vinda de um célere voar,
Pousou em minha mão, linda Borboleta,
Trazendo do Amor, a notícia da saudade
Que é tão grande quanto a minha!..

Ah! Borboleta de Asas de Seda,
Tuas cores são inusitadas, lindas.
São cores que só o Amor pode criar,
E só quem muito ama pode enxergar!..

Neste farfalhar ligeiro de tuas asas,
Cruza os céus, os mares, vence a distância
E leva ao meu Amor, o mel dos beijos meus,
Para amenizar a saudade, que já se faz tamanha!..

Voa, voa, linda Borboleta,
Sussurra aos ouvidos do meu Amor
Que nada no mundo, nem mesmo a distância
Me fará deixar de amá-lo...

Vai, Borboleta....vai ligeiro!

Thais S Francisco
" beijaflor"


pedindo licença a Excelsa Poeta Amor,
para entrelaçar minha inspiração
aos seus lindos versos em poesia!


::: Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página :::


CrysGráficos&Design
Webmaster e Designer:Crys