Meu Jeito de Ser

Zena Maciel

Não sei onde levar as loucuras da vida
Quero o invisível ou quem sabe
o impossível
O pouco não me basta!
Os exageros combinam bem comigo
Corro à procura dos riscos
O banal entedia-me
Prefiro os castelos de sonhos
às choupanas reais
O tudo não existe .Eu sei!
Desejá-lo não é proibido
A matemática da vida é feita
à base de divisões
Não aceito esta regra
Sou autoritária por natureza
Teimo em desafiar
a espada cega do destino
Luto contra o óbvio
Sou guerreira
Sou mulher
Sou faceira
Nada me põe medo
Dou-me o direito
de lutar
Custe o que custar
Não importa onde vou chegar!
Se terei sorte ou azar!

Sorte ou Azar

Eda Carneiro da Rocha

Se terei sorte ou azar,
não quero nem pensar!..
Quero ter sorte e minha vida governar!
Ser uma mulher guerreira
que se ufana altaneira,
que faz o seu destino
num novo tracejar!

Não quero mais medos e desatinos,
pensar que o amanhã virá!
Que pagarei todo o meu preço
pela Terra que não pára de girar!

Sim, serei mais velha,
mais sábia e experiente,
para escolher com a razão,
e não com o coração!

Chega de sofrimentos vãos!
Não os quero mais,
deitarei tudo no chão.
Farei uma passarela de Estrelas,
onde meus pés brilharão!
Na Arca dos Impossíveis,
terei todas as emoções,
todo um novo viver,
não tenho mais medo,
Não!!!!!!!..

Eda Carneiro da Rocha

::: Menu ::: Voltar :::

 

CrysGráficos&Design