No encontro do seu olhar,
tudo falávamos!
Obediência, carinho, saudade,
Amor!
Vejo-a, hoje, ao meu lado!
Sinto seus beijos, sua vibração,
seus abraços,
Oh, Borboleta Amada!
Se desprendeu e voou...
Foi para outras plagas,
ensinar tudo o que me ensinou:
" A Lei do Perdão"
Do Amor Incondicional,
da Aceitação!

Deu-me tudo!
Procurei aprender os seus poemas
de vida ,vividos!
De vida, renascidos,
assim você era, você foi,
você é!
Mãe Querida!

Eda Carneiro da Rocha


 

 
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!

 

Imagem:comteche.com