Corro Riscos, quando digo:
” Te Amo”
Corro Riscos, quando sei que vou partir,
Quando minha alma chora
A saudade da tua!

Corro Riscos, na hora de te beijar,
pois sei que meu beijo é Utopia!

Corro Riscos, na hora de te amar,
pois continuo a tua procura!

Onde estarás?
No Céu?
No Mar?
Na Terra?

Tão perto que me esbarro
Não te vejo,
e Corro Riscos de viver sem ti!

Ah! Meu Amor!
Não quero mais Correr Riscos
De te ver partir

Volta, aqui, por favor!

Pelo interstício de minha janela
Corro Riscos de me esconder
deste amor tão meu que é só teu…

Ah! Como Corro Riscos!

Mas sem Correr Riscos
Não quero mais viver!..


Eda Carneiro da Rocha
” Poeta Amor”


Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

::: CrysJuanGráficos&Design :::