Confesso meu Amor

Por que não iria confessar o meu amor?
Ele já foi declarado mais que
o direito universal da emoção
por mim.
Assim, confesso o meu amor.
Não terei penitência,
como podem muitos julgar,
pois que é um amor tão meu
que é lindo de confessar.

E eu confesso que amo,
e que amarei sempre.
O amor é a fonte da vida
e meu coração é só amor.

Não fosse ele tão importante,
não estaríamos a confessá-lo.
E todos nós, poetas, hoje,
daremos muito trabalho
a quem nos escutar.
Confesso que amo,
que creio,
que vivo,
que anseio,
que venero,
que espero
sempre esse amor,
tão falado e confessado por mim.

Assim, acabando a minha confissão
de um amor.
Confesso o meu amor
por você: Hoje, Amanhã e Sempre
sempre terá o meu amor confessado.

Eda Carneiro da Rocha

 

 
CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!