Amor, " Chéri",sou tua,
nesta tarde morna,
neste abraço amante,
neste beijo quente,
no calor de teus braços.

A quentura de tua língua
me envolvendo toda.
" Chéri", oui, sou tua,
indefinidamente!

Vamos dançar ?
" Chéri"
agora, neste momento,
em que me turva a mente!
Sinto que sou tua eternamente,
divinamente,textualmente!

Chéri, vem comigo agora,
sem dia de volta, nem hora,
brincando, nesta música,
" Chéri"
em que te sorvo todo por inteiro!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"




 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::