Deixa a porta bem aberta,
para eu poder entrar.
Pouca bagagem tenho,
mas muito Amor, em meu coração!

Muita poesia em minh'alma,
sempre solitária,
procurando encontrar o Amor
que tanto espero e venero!

Venho de longe,
de outro hemisfério.
Percorri esta distância,
só para te ver,
te falar e sorrir!..
Meus sentimentos estão gastos,
preciso do teu canto,
do teu som,
dos teus olhos,
das tuas mãos
que nas minhas se enlaçarão,
fazendo um nó
que nunca se soltarão!

Na cama, te colocarei,
para muito te amar,
matar aquela saudade,
que já perdi a conta,
do tempo, dos dias, dos minutos,
contando a distância em que me encontro,
para num gozo desejado,
matar essa vontade
que me impregna,
me tormenta,
me consome!

Vem, nos meus braços,
não me deixes esperar mais...
Sou teu!
Quero me acasalar,
contigo me fecundar,
sorver todo esse mel,
adocicar nosso amor
que não consegue mais
ficar um dia sem ti,
sem teu corpo desejado,
enroscado no meu
fazendo entoar esse
" Canto de Amor"!..

Eda Carneiro da Rocha

 

 

Imagem Top: Getty Images