Vem, dá-me um beijinho
Um só carinho pra me aquecer.
Não tardes agora já é hora
De me fazer estremecer.

Com sua brejeirice faceira
Moleque atrevido
Vê onde põe as mãos

Neste meu corpo
Que corresponde
Ao teu prazer!

Ginga gostoso
Formoso
Com teu pés de bailarino
Neste chorinho arretado
Que adoça meu viver.

A Lua se escondeu
Com vergonha do que viu
Chega pra lá de uma vez
Ou deixa então acontecer...


Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"



 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::