Borboleta da Ilusão

Como borboleta esvoaçante,
vieste a mim,
voando,
pedindo,
me afagando,
me enamorando!..

Cedi ao teu encanto,
me apaixonei,
me entreguei
te amei!..

Espaço volátil
para bater nossas asas,
de encontro ao peito
sereno, repleto de amor!..

Tanto amor
que me extasiei,
com teu ruflar,
tão perto,
querido,
vindo,
chegado,
compartilhado!..

Não mais solidão,
não mais tristezas.
Adeus à ilusão
de ser triste!..

Agora a certeza
da alegria
de teus braços
a minha volta,
no aconchego
abri a porta
da minha vida
pra receber-te
borboleta querida!..

Eda Carneiro da Rocha

 

....

 


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!