Alfabeto dos Corpos!

Numa sinfonia de Amor, meu corpo procurou o teu!
Era um ballet de nossa vida,
querida.
amada,
sofrida!

Tomei-te no ar.
Fiz de ti melodia imortal, dança no espaço sideral,
voei em pensamento, enquanto nossos corpos se entregavam, como esse ballet
divino que só conhecem os que amam!

Contigo fiz o alfabeto inteiro da vida.
Não esqueci o "A " de Amar,
o " B" de Beijar
e o "G" de Gozar!
Continuei a aprender o que se faz com corpos
que se amam e se entregam, na hora sublime
do gozo sideral...

Procurei-te!
Rocei minha língua na tua!
Inebriei-me e me inebriaste!
Ballet interminável,
dança cósmica,
gozo eterno!
Finalmente senti o espasmo dentro de mim!
Pulsações vibrantes e a promessa de um
" Je t'aime" Pour toujours!..

 

Eda Carneiro da Rocha









 

 


CLIQUE PARA RECOMENDAR ESTA PÁGINA!