Abri meu coração
e te dei quase todo.
deixei só um pedacinho
pois preciso viver também...

E, se te dou inteiro
como ficaria o meu sem bater
no compasso do teu?

Ficaria descompassado,
disritmado, sem ouvir
tuas batidas tão minhas,
tão suas, tão nossas...

Aceita meu coração agora,
em que sinto o Amor
chegar como benção
água cristalina,
unos que são
neste compasso
em que vivo te dando
meu coração!..


Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"


 

Menu ::: Voltar ::: Envie essa Página

 

::: CrysJuanGráficos&Design :::